PS pergunta o que teria acontecido ao país com saúde e segurança social privatizadas

Ana Catarina Mendes abriu a interpelação do PS ao Governo, no parlamento, com um discurso em defesa do Estado social e acentuando que a unidade nacional verificada na resposta à pandemia não deve esconder diferenças de caráter programático, até porque, mesmo com o país em estado de emergência, "a democracia nunca esteve suspensa".

Artigos Relacionados

Foi útil?

Deseja obter mais informação?