Governo levanta proibição de cumulação de apoios a projetos estratégicos de emprego

O regime estabelecido no despacho aplica-se à contratação de desempregados inscritos no IEFP, no âmbito de projetos reconhecidos pelo instituto, durante o primeiro semestre de 2021, como de interesse estratégico, permitindo que o apoio financeiro seja acumulado com a dispensa parcial, ou com a isenção total, do pagamento de contribuições para o regime geral da segurança social.

Artigos Relacionados

Foi útil?

Deseja obter mais informação?