A responsabilidade pelas bocas de incêndio sem água no túnel da estação era da câmara

Durante os últimos 16 anos, o acesso à rede de água para utilizar num eventual incêndio esteve cortado naquele túnel rodoviário de cerca de 200 metros. Protocolo assinado entre o então Instituto das Estradas de Portugal e a Câmara de Braga mostra que a responsabilidade de gerir as instalações associadas à via pertence à autarquia.

Artigos Relacionados

Foi útil?

Deseja obter mais informação?